Edição 2010

Em 2010 o Cara e Cultura Negra desenvolveu ações durante todo o ano. Toda a programação teve acesso livre e o projeto atingiu as seguintes marcas:

Novembro

Exposição ‘Nos Caminhos de Zumbi’ - Brasília e sete cidades satélites receberam a exposição como parte da programação anual do projeto Cara e Cultura Negra. A exposição que mostrou a história da África e toda a diversidade da cultura afro brasileira permaneceu por cerca de 10 dias em cada cidade. O festival contou com a parceria da Secretaria de Raça e Sexualidade do Sindicato dos Professores do DF. Foram mais de 10 mil alunos beneficiados e aproximadamente 2 mil professores capacitados.

Ao todo 17 bandas de Brasília apresentaram-se em novembro, no dia 20 e em dezembro, nos dias 18 e 19.

BATUKENJÉ

ATITUDE  FEMININA

ELLEN OLERIA

DHI RIBEIRO

em suma ::

O Cara e Cultura 2010 ofereceu 30 dias de exposição Educacional ‘Nos Caminhos de Zumbi’, realizada em três estações do METRÔ, local por onde circulam 70 mil pessoas/dia. 1 mil alunos visitaram a exposição por meio de visitas guiadas,  lavagem do busto do Zumbi e apresentações de capoeira e danças afro brasileiras. shows musicais, Exposições Fotográfica,  exposições de artes Gráficas e apresentação de dança com o professor Julio Cesar.