RESULTADOS OBTIDOS AO LONGO DE 9 ANOS

Participação  de 10 estados brasileiros:
Paraíba, Pernambuco, Brasília, Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo, Bahia, Piauí, Bahia e Ceará;

Participação de 2 países :
Senegal e Republica da Guiné;

10.000 ALUNOS em visitas guiadas – parceria SINPRO –DF;

  2.000 PROFESSORES Capacitados;

02 Livro Produzidos – Gula D’África, 'A TEATRALIDADE PRECÁRIA – uma experiência ressocializadora diante das praticas institucionais de violência simbólica e metaforizarão da cidadania no Complexo Penitenciário do DF'.

01 premio internacional – a melhor publicação de gastronomia internacional pelo Gourmand World Coobook Awards da França;

Realização de 22 oficinas – Percussão, Cabelos e Tranças, Percussão, dentre outras;

Realização de 50 palestras;

Realização de 10 exposições fotográficas;

Participação em Seminários, Colóquios e Congressos de pesquisa e iniciação científica: 

1) 4o Congresso de Pesquisa e Iniciação Científica promovido pelo Centro Universitário UDF, apoio CNPQ - Apresentação oral e exposição de banner com o projeto `MARCAS DO CÁRCERE EM MULHERES SENTENCIADAS NO REGIME PENAL DO DF: UMA EXPERIÊNCIA RESSOCIALIZADORA DIANTE DAS PRÁTICAS DE VIOLÊNCIA SIMBÓLICA E METAFORIZARÃO  DA CIDADANIA`.  ano 2014

2) CURSO DE FORMAÇÃO DE EDUCADORES POPULARES - CCB - Centro Cultural
de Brasília - ano 2014

3) PREMIO INNOVARE  - Projeto selecionado como PRÁTICA que contribui para uma ressocialização eficaz no Sistema Prisional. Ano de 201

POR UMA IDENTIDADE DO SER SOCIAL CARCERÁRIO. A Linguagem Corporal Reclusa ou a Teatralidade Precária: relato de prática ressocializadora vivenciada em sala de aula do Complexo Penitenciário do Distrito Federal.

CATEGORIA DA PROPOSTA
Premiação Especial

Publico Direto + de 100.000 Pessoas.

Atrações que já se apresentaram

ita Ribeiro - RJ , Renata Jambeiro - RJ , Dhi Ribeiro - DF, Nanan Matos - DF, Xaxará de Prata, Asé Dudu, Patubatê – DF,  Seu preto, Atitude Feminina, Orquestra Marafreboi, Zebulon Fyah,  Sandra de Sá-RJ, Negra Li , Mabou Ba-Senegal, Fanta Konaté -, Balé Folclórico da Bahia, Bando de Teatro Olodum, Babilak Bah-MG, Peu Meurrey - BA, Renato Matos- DF, Ellen Oléria-DF, Dhi Ribeiro-DF, Nós Negras - DF , Pegada Black _ DF , Indiana Nomma, Luciana Oliveira, Atitude Feminina, Banda Batukatá, Hihúyaê – O Grito da Terra Escola - Som de Tambores, Aquilombando - DF, Atitude Feminina - DF, Z’África Brasil - SP, Congo Nya - DF, Bongar - PE, Makena - DF,Veronica – DF ,Hadda e DJ A (DF), NUC (MG), Rapadura - DF,Costa a Costa-CE, Dança Negra Contemporânea – Professor Júlio César, Ataque Beliz - DF, Anastácias -RJ,Escurinho-PB, MAXIMO MANSUR-DF, CESAR DE PAULA-DF,SERGIO MAGALHÃES-DF, entre outros.

Edições anteriores do Cara e Cultura Negra