Apresentação

Cara e Cultura Negra é um programa de ações anuais que visa promover e preservar a identidade  cultural, social e econômica resultante da influência da  raça negra na construção da sociedade brasileira, e  potencializar a participação dessa população no processo de desenvolvimento, a partir de sua história e sua cultura.

Criado durante as festividades do 20 de novembro, desde 2003, o Festival Cara e Cultura Negra vem se transformando numa referência obrigatória no cenário das celebrações do Dia Nacional da Consciência Negra, em Brasília, tornando-se um relevante ‘espaço’ para esse grupo étnico, seja de preservação da cultura afro brasileira ou de fomento ao turismo étnico, seja de mobilização social ou de geração de empregos e , principalmente, de consolidação da cidade como mais um pólo da cultura negra no país.

O Festival de Arte e Cultura Negra de Brasília é um evento dedicado à história, cultura e arte negra que ocorre anualmente em Brasília, reunindo representantes da cultura afro-brasileira e empreendedores de Brasília e de todo o Brasil. Teatro,  musica, dança, debates, exposições consagrando a presença da cultura negra no Brasil.

Em  2014 apresentará o Tema : “ÁFRICAS INVISÍVEIS”, mostrando o quanto a África está presente em nosso viver e não percebemos. No falar, no vestir, na gastronomia, nas festas populares,religiosidade. Traz um olhar sobre a influência africana no cotidiano do brasileiro.

Trata-se de uma exposição temática, com entrada franca, onde serão apresentadas algumas das principais marcas da cultura afro-brasileira, enfatizando a sua contribuição para a construção da identidade de nossa nação, por meio da apresentação de manifestações artísticas e folclóricas, assim como a sua história, culinária, literatura, arquitetura, tradições e filosofias que figuram o mantenimento de manifestações sociais perpetuadas pela tradição oral e pela memória corporal.

O principal objetivo do Festival Cara e Cultura Negra  é divulgar a cultura negra nos mais diversos aspectos, mostrando todas as suas potencialidades características, culturais, religiosas e artísticas.

É um projeto destinado a toda a sociedade, de todas as idades, principalmente crianças e adolescentes, de todas as etnias, numa Perspectiva afirmativa de potencializar a diversidade existente no Brasil, país que, segundo dados do IBGE (2001), tem metade de sua população negra.